05 setembro 2011

Passo a passo: efeito sol nos cabelos


Olá meninos e meninas,

Setembro chegando e o verão também, aí eu tive uma ideia: vou ensinar a vocês a pintar seus cabelos dando "brilho" a ele! Que tal dar um aspecto iluminado aos seus cabelos?

O post de hoje é para quem tem coragem de pintar os cabelos, mas para isso você vai precisar da ajuda de sua mãe, vizinha, irmã ou qualquer pessoa que tenha disposição para ajudá-lo, pois sozinho você não vai consegui pintar os fios que ficam atrás de sua cabeça! 

Esta técnica de coloração, chama-se EFEITO SOL (por que será, né?), que são mechas californianas, com efeito degradê a partir da metade do cabelo até as pontas, dando a aparência como tivesse sido clareado pelo sol. 

A vantagem desse procedimento é que a pessoa não precisa ficar indo ao cabeleireiro para retocar as mechas já que elas não são feitas desde a raiz. Para manter esse efeito de "queimado naturalmente pelo sol", as mechas devem ser retocadas de seis em seis meses.


Gisele Büdchen é uma das adeptas a este tipo de coloração

No entanto, cabelos alisados ou relaxados com hidróxido de sódio, amônia ou guanidina não podem realizar este procedimento, pois os cabelos poderão quebrar quando entrar em contato com o descolorante.

Descubra a melhor cor para você:
  • Geralmente, as loiras com pele muito clara ficam bem com os cabelos loiros num tom mais acinzento, prata ou mesmo loiro ligeiramente esverdeado.
  • Para as loiras que tem a pele mais dourada, o ideal é usar os cabelos na cor de mel, marrom ou mesmo dourado.
  • As morenas com pele clara ficam bem com o cabelo castanho escuro, preto, loiro acinzento ou ate vermelho caju.
  • As mulheres morenas com pele mais dourada podem abusar dos tons vermelhos ou fazer reflexos dourados.
  • As ruivinhas podem usar o marrom em qualquer tonalidade desde laranja até dourado.
Como fazer (passo a passo):

Quem nos ensina a fazer este procedimento é a cabeleireira Andreia Marta da Revista Cabelos & Cia.
  1. Dividir o cabelo em seis partes e prender cada uma com presilhas;
  2. Selecionar a mecha e desfiar os fios com um pente de dentes finos, seguindo das pontas para a raiz;
  3. Aplicar o descolorante das pontas até o início do desfiado. Fechar o papel laminado e aguardar o clareamento;
  4. Ao terminar a aplicação na parte frontal, enxaguar a parte de trás. Logo após, verificar as mechas da frente. Lavar e condicionar as pontas;
  5. Tonalizar para dar brilho às luzes. Escolher a nuance de acordo com o tom obtido no clareamento. Deixar agir por 10 a 20 minutos;
  6. Usar shampoo e condicionador. Desembraçar os cabelos ainda no lavatório;
  7. Enxaguar e eliminar o excesso de água com toalha e secador;
  8. Repicar as pontas para valorizar as mechas e dar movimento;
  9. Usar leave-in protetor térmico. Fazer escova cacheada.



Dicionário:

Tonalizante: é um tipo de coloração dos fios “sem amônia”. O agente alcalino utilizado neste tipo de coloração tem um poder muito leve e não clareador.  Mistura-se o tonalizante com uma emulsão reveladora específica, com um título de oxigênio baixo. Devido a esta ação combinada, o tonalizante age nos cabelos sem modificar a altura de tom do fundo de base, obtendo-se resultados naturais. Por não conter amônia e ser utilizado com oxidante de baixa volumagem (menos de 10 vol.), chamado de emulsão reveladora, o tonalizante é desprovido de poder de clareamento, garantindo somente a cobertura de 50% dos fios brancos. Portanto, a tonalização dos fios é considerada uma maquiagem dos cabelos, sendo que sua durabilidade vai de oito a doze lavadas, não deixando marcas de crescimento na raiz. 

Nuance: Cada uma das diferentes gradações que pode ter uma cor entre o seu claro e o escuro, e, figuradamente, cada uma das diferentes fases ou aspectos de alguma coisa, por ténue que seja a diferença entre eles.

Leave-in: Na teoria, leave-in é qualquer creme que não precisa ser enxaguado. Há muitos tipos, com várias funções: hidratar, definir os cachos, proteger dos raios solares, do vento, da água do mar e da piscina, segurar a cor da tintura por mais tempo, domar fios arrepiados ou com volume excessivo, melhorar o brilho ou, ainda, encorpar cabelo fino demais. O leave-in também pode substituir um finalizador, pois hidrata ao mesmo tempo em que dá textura. E tudo isso sem deixar um ar de muito certinho, como faz a pomada, o spray e o gel.

Espero que vocês tenham gostado!


9 comentários:

Lila Czar disse...

Eu adoro esse efeito, mas não é qualquer cabelo que aceita. Já vi verdadeiros assassinatos por aí, quando a cor natural não tem nada a ver com a cor das pontas claras... Fica tão feio!
Lila Czar
seviracom30.blogspot.com

Carol disse...

Adoro! Realmente não é qualquer cabelo que aceita, mas geralmente fica lindo! Amo mesmo!
Mil Bjs!
www.looklifestyle.blogspot.com

Nerd de Batom disse...

Pena não ficar bom no meu cabelo pois é realmente lindo. Bjs
http://www.nerddebatom.com.br/

Gabriela Siqueira disse...

é lindo...mas tbm concordo com as meninas ai em cima,não é qualque cabelo que aceita.....

parabéns pelo blog.

http://glossmolhado.blogspot.com

FashionStorm disse...

ótimo tutorial!! Gostei!

Beijos!
FashionStorm

Tanialeixo disse...

Olá Raquel!!!

Super legal esse passo a passo. Eu não pindo os meus cabelos ainda, as para que pinda aprender a fazer isso em casa deve ser ótimo...
Adorei!

Beijoos
Boa semana!!
TaniaRibeiro
www.tanialeixo.blogspot.com
@tanialeixo

Aline Lima disse...

adoreeei a dica demais!! beijos

www.wcfeminino.com.br

maria ester moraes disse...

lindo, mas será que fica legal fazendo em casa? prefiro não arriscar!

belinhaa andradee disse...

oiii boa noite
é a primeira vez q visito o site mas adoreii as dicas
muito boas mesmo tanto do caabelo quanto dos makes
muito bom
bjinhoss

Postar um comentário

Muito obrigada pelo seu comentário! Sua participação é muito importante!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...